” Abracinhos elétricos!!!”

Nos dias 27 e 28 de março, a cientista Luísa veio ao jardim de infância dos Ribeiros realizar mais uma experiência com os nossos pequenos cientistas.

Desta vez descobrimos que o nosso corpo produz eletricidade estática.

E como é que descobrimos?

Friccionamos um balão no nosso cabelo e sabem o que aconteceu?

 Ao levantarmos o balão o cabelo foi atrás “ficando em pé”…foi mesmo divertido!

Depois, ainda friccionando o balão no cabelo, levantamos as asas de um borboleta e ainda apanhamos borboletas mais pequenas que ficavam como que “coladas” no nosso balão.

Por fim, pintamos a nossa folha de registo e colamos pequenas borboletas.

Realizado por: JI dos Ribeiros

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

“Experiências de colocar os cabelos em pé…..”

Nesta aula de Ciências estivemos a fazer “Experiências com a eletricidade”.

Começamos com uma primeira atividade, onde produzimos eletricidade por fricção.

Friccionamos a caneta na nossa roupa e aproximamos dos pedacinhos de papel. Observamos que os papéis foram atraídos para a caneta.

Na segunda atividade, em vez da caneta, utilizamos um balão. Friccionamos o balão no nosso cabelo e depois aproximamo-lo de outro balão. Verificamos que os balões repeliam-se.

Aprendemos que a fricção produz eletricidade estática.

Numa terceira atividade, estivemos a fazer dois circuitos elétricos: no primeiro usamos fios e no segundo tentamos substituir os mesmos por papel de alumínio.

Deu bom resultado! A luz acendeu-se na mesma…

Para terminar e não esquecer, fizemos exercícios sobre a matéria que aprendemos.

 

Realizado por: Turma do 4ºA da EB1/JI das Fontainhas

“Eletricidade estática”

A aula de ciências dos Pequenos Cientistas Sanjoanenses debruçou-se este mês sobre a eletricidades estática. Depois de um diálogo em grande grupo sobre o tema, no qual foi explicado às crianças, em que consistia e como se produzia a mesma, passou-se para as experiências em pequenos grupos.

Na Caça ao sapo as crianças friccionavam um balão na cabeça, originando a eletricidade estática, depois com o balão iam caçar os sapos os quais ficavam agarrados ao balão.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

O mesmo processo foi utilizado para o açúcar e para jogar com uma lata de refrigerante vazia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estas experiências foram muito divertidas para as crianças, que se envolveram com agrado e entusiasmo nas mesmas.

Este projeto “Pequenos Cientistas Sanjoanenses” é justamente o que precisa ser feito nas escolas públicas: incentivar a pesquisa e a aprendizagem das ciências. Só assim poderemos reduzir o desconhecimento científico que tanto prejudica as nossas crianças impedindo-as de tomar gostos pelos estudos científicos.”

 

Jardim de Infância de Conde Dias Garcia

%d bloggers like this: