Experiências com o som

No passado dia 26 de abril, no âmbito do projeto: “Pequenos Cientistas Sanjoanenses” realizámos duas experiências sobre o som e as suas caraterísticas. 

As experiências realizadas foram muito engraçadas e bastante interessantes. Nós divertimo-nos muito a realizá-las e chegámos a várias conclusões! Ficámos a saber que o ramo da física que estuda o som chama-se Acústica e que na comunicação através do som, este tem que ser primeiro produzido e depois recebido.

Mas como se produz um som?

Aprendemos que os sons são sempre causados por uma vibração. Por exemplo, o som  de uma viola resulta da vibração, ou movimento repetido, para lá e para cá, de cordas que foram tocadas com os dedos. De uma forma geral, um som resulta de uma vibração.

viola 1O corpo que vibra, originando um som, chama-se fonte sonora. Uma fonte sonora pode ser feito de um material sólido, líquido ou gasoso.

Experiência 1: Como se propaga o som?”

Precisámos de:                                                                                                materiais

  • Uma taça                                                                                                        
  • Película de plástico aderente                                                     
  • Duas tampas de alumínio                          
  • Açúcar

Como fizemos: 

1. Cobrimos a taça com película de plástico aderente e com a ajuda do elástico ajustamos de forma a ficar bem esticada.

2. Colocámos açúcar sobre a película.

3. Aproximámos as tampas da taça e batemos uma contra a outra.

som1

Mais uma vez, aprendemos bastante com estas aulas e ficámos a saber que quando as duas tampas chocaram uma contra a outra, o som fez vibrar o ar provocando ondas sonoras; estas ondas atingiram  a taça  e fizeram saltar o açúcar. Mas não ficámos por aqui…

Experiência 2: Será que o som se propaga de igual forma em diferentes materiais?

Precisámos de:relógio

  • Saco de plástico
  • Despertador
  • Tina com água
  • Tina com areia

Como fizemos:

1. Colocámos um despertador programado para tocar passados dois minutos dentro de um saco plástico.

2. Fechámos o saco completamente de modo a evitar a entrada de água.

3. Colocámos o saco dentro da tina com água.

4. Esperámos que tocasse e observámos e registámos os resultados.

5. Repetimos os passos anteriores substituindo a tina com água pela tina com areia.

6. Registámos os resultados.

som2

No final desta experiência aprendemos que o som se propaga melhor nos materiais sólidos do que nos materiais líquidos e do que nos gases.

Se tens dúvidas sobre o quanto as experiências foram divertidas… espreita as nossas fotografias! 🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.

Curiosidades:

O ouvido é o nosso recetor de som e tem três partes com funções diferentes: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido interno.

o ouvido

O nosso ouvido só consegue captar ondas sonoras cuja frequência esteja compreendida entre 20 Hz e 20000 Hz (os chamados sons audíveis). As ondas sonoras fora deste intervalo correspondem aos infrassons e ultrassonsMas exitem animais que desenvolvem diferentes sistemas de deteção de som, nem sempre utilizando os ouvidos:

animais

Escola EB1/JI do Parrinho

4ºA – Prof. Cristina Pinto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: