As plantas e a sua reprodução

O tema da aula de ciências do dia 18 de Março foi: “As plantas”! 

O reino das plantas é constituído por uma grande diversidade de plantas: umas muito pequenas, outras muito grandes, umas têm flores coloridas e perfumadas, outras não têm flor, umavariass crescem dentro de água, outras no deserto. 

A professora Ana iniciou a aula classificando as plantas de acordo com vários critérios: o tamanho das plantas (árvores, arbustos e erva), a presença de flores, o facto de as plantas serem comestíveis ou não comestíveis, os tipos de folhas (caduca ou persistente), a forma das folhas e a forma da raiz (aprumada, fasciculada ou tuberculosa).

As plantas são seres vivos, por isso, nascem, crescem, reproduzem -se  e morrem. A professora colocou-nos a seguinte questão:

“Será que as plantas conseguem desenvolver-se sem água?!”

Antes de iniciarmos a experiência assinalamos, no manual, a nossa previsão: “Sem água, as plantas secam.”

Para  respondermos à questão-problema realizamos a seguinte atividade experimental:

Material necessário:

– 2 copos de plástico;                                                                                        material

– terra fértil;

– 2 couves-roxas;

– 2 etiquetas;

– marcador.

Como fazer:

1 – Encher os dois copos de plástico com terra fértil e identificá-los com 1 e 2.

2 – Colocar uma couve-roxa em cada um dos copos e acrescentar mais terra .

3 – Colocar os dois copos no parapeito da janela da sala de aula, e regar apenas o copo 2 durante as próximas duas  semanas.

Na segunda parte da aula falamos sobre a reprodução das plantas. Nas plantas com flor, esta constitui a sua parte mais bonita, sendo aí que se encontram os órgãos de reprodução. Nestas plantas, a fecundação origina sementes que podem ou não estar encerradas num fruto. As sementes são dispersas pelo vento, água ou seres vivos e, se encontrarem condições favoráveis, germinam e originam uma nova planta.

“Como se reproduzem as plantas sem flor?!”

Nas plantas sem flor,como por exemplo os musgos, e os fetos, não produzem sementes e apresentam um processo reprodutor diferente. Em determinada época do ano, estas plantas produzem em estruturas próprias umas células especializadas para a reprodução –os esporos.

 mug                    fetomusfet

Há ainda certas plantas que se reproduzem a partir de um órgão da planta “mãe” e foi o que fizemos:

  • Reprodução por sementes: usando uma semente, por exemplo, fava, ervilha e grão;
  • Reprodução por tubérculos: utilizando um caule subterrâneo, no nosso caso, excerto de batata;
  • Reprodução por bolbo: bolbo de dália, que é um caule pequeno e carnudo;
  • Reprodução por estaca: usando uma parte de um ramo que foi cortado e enterra-se no solo pela extremidade em que foi cortada, esperando-se que ganhe raízes. Utilizamos estacas de roseira.
  • Reprodução por folhas: usando a totalidade ou parte da folha, podendo ou não ter pé. Utilizamos folhas de begónia.

Se ficaste curioso…. espreita as fotografias! 🙂

  

   EB1 do Espadanal – 3ºB – Prof. Ana Vinha

                                                                                                                                                                                                                                      

                                                                                                                                                                                                                                 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: