O pH das substâncias

No dia oito de novembro os alunos do 4ºano B da Escola do Espadanal, classificaram várias substâncias segundo o seu pH.

Antes de iniciarmos a experiência aprendemos que:

pH (ou potencial de hidrogénio) é uma medida que nos indica se uma solução é básica, neutra ou básica (ou alcalina).

pH<7 – Substância ácida

pH=7 – Substância neutra

pH>7 – Substância básica

Os químicos usam aparelhos próprios ou fitas de papel (especial) para saberem o valor de pH.

Mas, também é possível saber o pH utilizando extratos vegetais.

  Na nossa aula usamos um indicador de pH caseiro, feito com couve-roxa.  Ao juntarmos bocadinhos de folhas de couve roxa a água quente, verificamos que a água vai ficando roxa, isto acontece porque os pigmentos roxos  passam para a água. Esta água colorida é o nosso indicador de pH.

Adicionamos um pouco de indicador de couve roxa a cada uma das substância e observamos a mudança de cor. Consoante a cor foi obtida foi possível classificar todas as substâncias. Para isso utilizámos a seguinte escala:

Muito curiosos e entusiasmados fizemos grupos de dois elementos e coube a cada grupo classificar uma substância diferente.

O grupo 1 

O grupo 1 teve como tarefa classificar o vinagre. Ao vinagre foi adicionado o indicador de pH caseiro de couve roxa. Misturando as duas substâncias obtivemos uma cor avermelhada, sabendo assim que era uma substância ácida.

                             

 

 O grupo 2

O grupo 2 classificou o detergente da roupa. À mistura de água e detergente da roupa foi adicionado o indicador de couve roxa. Obtivemos uma cor esverdeada, sabendo assim que era uma substância básica.

 O grupo 3

… Realizou a experiência com o limpa vidros. Juntaram o indicador pH caseiro e obtiveram uma cor também esverdeada que entra na escala das substâncias básicas.

                                                     

O grupo 4

… Continuando chegamos à pasta de dentes que ficou com uma cor violeta indo ao encontro das substâncias neutras.

  O Grupo 5

Nesta experiência misturamos o pH de couve roxa com limão. Desta resultou uma cor rosada. Assim vimos que era uma substância ácida.

O grupo 6 

O grupo 6 classificou o sumo de laranja. A mistura do indicador de pH caseiro com o sumo de laranja deu origem a uma cor vermelha a pender ao alaranjado.

 O grupo 7 

Nesta parte da experiência misturamos o leite com o indicador de pH caseiro e verificamos que deu uma cor violeta. Concluímos que a cor violeta pertence às substâncias neutras.

 O grupo 8

Desta vez experimentamos a água da torneira. Após termos acrescentado o indicador de couve roxa, a mistura ficou roxa. Assim, concluímos que era uma substância neutra.

 O grupo 9

Entretanto, chegou a vez da Coca-Cola. Da mistura do indicador de pH com a Coca-Cola resultou uma cor vermelha acastanhada. Concluímos que era uma substância ácida.

Ficamos a saber que a Coca-Cola tem um pH mais ácido que o vinagre!

É uma bebida prejudicial para a nossa saúde. O ácido da Coca-Cola dissolve o cálcio dos ossos, aumentando o risco de aparecer uma doença, chamada osteoporose.

                                                                                                                                                    

 O grupo 10

Agora que finalizamos as experiências, chegamos à lixívia… obtivemos uma cor amarelada, sabendo assim que era uma substância básica.

Após todas estas maravilhosas experiências que estão ao nosso alcance, fomos fazendo perguntas tais como:

_ Podemos fazer o indicador do pH com outros vegetais?

A professora Guida respondeu-nos:

__Que podemos fazer com outras plantas, com beterraba,rabanetes, chá preto, pêra.

Em suma, ficamos perplexos com todas estas experiências, e como era possível com todas estas coisas que adquirimos no nosso dia-a-dia, mesmo utilizando na nossa alimentação podíamos fazer tanta coisa interessante e que nem sequer nos passava pela cabeça.

Cada vez mais nos sentimos mais cientistas com a tão preciosa ajuda da nossa tão querida professora Guida!

Levamos grandes bases para o nosso futuro e à professora Guida lhe devemos muito.

Pois estas aulas são tão aliciantes, que nos perdemos e nem sequer damos conta, que o tempo passa tão rápido.

Sempre que chega este momento, para nós é como se estivéssemos a” Viajar e a conhecer novo Mundo”!

Adoramos e queremos sempre mais!!!

 

G entil e muito amorosa

U til e cuidadosa

I nteligente e muito calma

D edicada e ensina com alma

A miga e muito carinhosa!

Com um beijinho muito grande dos alunos do 4ºano B da Escola do Espadanal e da professora Fátima Queirós

EB 1 Espadanal

Professora titular: Fátima Queirós

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: