Germinação

Germinação – 1ª parte

No dia 16 de Março, com a ajuda da professora Guida, demos início ao estudo da germinação.

Colocámos sementes de feijão e de grão de bico em diferentes copos de iogurte e sujeitos a diferentes condições.

Nos copos com o n.º1, colocámos as sementes em terra com água e à luz do sol; nos copos com o n.º 2, colocámos as sementes em terra com água, mas sem luz dentro do armário; nos copos com o n.º 3 colocámos as sementes em terra à luz do sol; nos copos com o n.º 4 colocámos as sementes com água à luz do sol.

Registámos todos estes factos num cartaz e formulamos algumas hipóteses. Nos dias que se seguiram fomos observando o que se ia passando!…

Sala B , Jardim de Infância do Parrinho

Germinação – 2ª parte

Após a nossa sementeira com a professora Guida, todos estavam ansiosos com o que iria acontecer.

As perguntas surgiram:

– E agora? Não acontece nada?

– Será que não vão germinar?

– Mas o que é germinar?

Os dias foram passando e nós fomos tomando conta das nossas sementes. Colocando um pouco de água nos copinhos – 1, 2 e 4 – e observando com muita atenção.

As nossas sementes – de feijão – foram as primeiras a germinar, a dar uma planta nova.

Nos copos – 1 – todas as sementes germinaram e deram origem a lindas plantas!

A maior curiosidade era com os copos – 2 – que estavam fechados dentro da caixa.

As sementes também germinaram, mas não tinham tanta cor, eram quase amarelas e, como se esticaram dentro da caixa à procura da luz!

Assim, aprendemos que o sol é muito importante para as plantas se desenvolverem e terem cor verde .

Ah! Já nos esquecíamos de vos dizer que é através da fotossíntese que as plantas transformam a água, os sais minerais (que absorvem do solo através da raiz) no seu próprio alimento e em oxigénio.  A luz do sol é absorvida pelas folhas das plantas através da clorofila, substância que lhes dá a característica cor verde.

Só nos copos – 3 – nada acontecia. Pois, diziam as crianças:  “não têm água e sem água não há vida”.

Nos copos – 4 – só os feijões tinham rebentado a casca e parecia não haver planta.

Passadas duas semanas da sementeira, voltámos a ter Ciências com a professora Guida e com a sua ajuda observámos melhor as plantas e vimos que nos copos – 4 – também havia novas plantas. Para nós as sementes só tinham conseguido rebentar a casca, mas quando a professora Guida retirou com muito cuidado a casca, qual não foi o nosso espanto, uma pequenina planta estava a surgir.


Assim, fomos todos plantar as novas plantas na nossa horta, para assim crescerem mais fortes e, para as proteger, lá está o nosso espantalho – Palhaço Laranjinha.

Espero que gostem de ver e aprender connosco mais coisas sobre as plantas e a germinação.

Nós gostámos muito e vamos continuar a ser amigos das plantas, a tratar delas e, assim, ajudar o Nosso Planeta TERRA.

Beijinhos de todos para todos…

Sala C , Jardim de Infância do Parrinho

Advertisements

Uma resposta

  1. Muito bom estava precisando explicar esse processo da luz do sol e da água sobre o feijão.
    Continuem assim.Obrigada!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: